terça-feira, 16 de junho de 2009

Em breve, São José do Rio Pardo terá seu próprio Ceasa

O processo para a formação desse mercado começou ano passada. A nova administração ampliou a negociação, envolvendo mais empresas para o mercado Produtor, disse Toninho Ferreira.
O projeto já foi aprovado pela Câmara Municipal e que dispõe de uma área de 5 hectares da Chácara Cafecran (Hípica Rio Pardo), que vai ser utilizada para a implantação do projeto de comercialização de produtos hortifrutigranjeiros e atividades similares de processamento de produtos de agropecuária, a Ceagerp – Central de Abastecimento de São José do Rio Pardo.

Como funcionara a Ceagerp
45 módulos para permissionários com 10 m2 cada. Com a implementação do projeto da agricultura familiar, o numero de 45 módulos devera ser ampliado ou subdividido, para acomodar todas famílias inscritas no programa da região.
35 boxes para permissionários com 50m2 cada. Para os 35 boxes iniciais já há confirmação de seis empresas que manifestaram interesse na compra.
300 vagas para caminhões. O espaço reduzido obrigará a abertura da comercialização no próprio caminhão, para agilizar e aumentar o volume de vendas, beneficiando maior integração dos produtores de outros municípios próximo a São José.
Das 300 vagas, 150 serão para permissionários e 150 para compradores. Com o numero de caminhões projetados, faz-se necessário o uso total do terreno, para acomodar diariamente todos os veículos em operação.
Posto de atendimento bancário. Já negociado com entidade financeira de grande porte.
Lanchonete/restaurante. A CABS gerenciará a lanchonete e restaurante em conjunto com um operador de fast food já negociado.
Assistência à comercialização das cooperativas existentes.
Usina de leite. Para o beneficiamento da produção local, a operação foi projetada inicialmente para 2 mil litros diários, podendo chegar a 15mil litros diários.

O que é o Prohort.

O programa em que se baseia a formação dos chamados popularmente mini- ceasas, é o prohort, do governo federal.
O ministério da Agricultura, pecuária e Abastecimento institui prohort em março de 2005, tendo como objetivos:

- Estimular e coordenar a captação de dados relativos ao processo de comercialização dos mercados atacadistas de hortigranjeiros.

- Estimular a integração dos seus respectivos bancos de dados, universalizando as informações.

-Favorecer melhorias dos processos de gestão técnico-operacional e administrativa dos mercados atacadistas.

-Agregar inteligência e conhecimentos tecnológicos gerados pelo desenvolvimento do setor, em âmbito nacional e internacional, para transferência à cadeia produtiva, orientados as necessidades e exigências do mercado.

- Prestar assessorias e consultorias em infra-estrutura física, tecnológica e ambiental aos mercados produtores, resguardada a existência de suporte requerido.

- E estimular a interação do setor com universidades, órgãos de pesquisa e fomento, instituições publicas e privadas, organizações não – governamentais e as políticas publicas de abastecimento e de segurança alimentar e nutricional.

2 comentários:

  1. Comercio de frutas boratto LTDA5 de agosto de 2010 16:48

    Quanto custa um box no ceagerp?
    Qual a expectativa de vendas no ceasa em Sao jose do rio pardo

    ResponderExcluir
  2. sou produtor de morango, e gostaria de saber como conseguir um box ou um módulo no ceagerp. (morangosdelgado@jhotmail.com)

    ResponderExcluir